Atenção: O seu browser não tem activa a opção de uso de JavaScript.



| Sinais do Presente |

INTRODUÇÃO

 

PORQUÊ E COMO

Como ecologista/ambientalista defendo o ambiente com todas as minhas forças e convicções. Este planeta Terra em que vivemos, uma pequena esfera numa infinita imensidão de espaço e tempo, tem vindo a ser progressivamente agredido pelas forças do chamado "progresso" da humanidade.

A destruição dos ecossistemas e de nós próprios está em curso rápido. Segundo a comunidade científica a vida na Terra já se extinguiu quase por completo por 5 vezes desde a sua existência sendo a extinção dos Dinossauros uma das mais conhecidas devido à queda de um meteorito que provocou alterações drásticas das condições climatéricas da altura. Actualmente vamos a caminho da 6ª extinção mas desta vez a causa é o próprio homem.

Apercebo-me do quanto sou responsável pela actual situação em que nos encontramos.

Na procura de uma melhor compreensão e resolução para estas inquietações, descobri os sistemas de Permacultura. A clareza das ideias e métodos, valores éticos e morais, a não existência de pensamentos e atitudes rígidas, dogmáticas e extremistas enquadrou-me logo de imediato nesta linha de pensamento, planeamento e acção.

A Permacultura é um sistema cujos métodos permitem combinar harmoniosamente as peças do puzzle de forma a que a imagem de vida do ser humano na terra se torne mais justa, sustentável e equilibrada. É uma linguagem coerente, aberta, simples, óbvia, positiva, construtiva, eficaz e universal pois é adaptável não se negando outras abordagens existentes ou excluindo quaisquer temáticas. Tenta-se sim observá-las, compreende-las, melhora-las e integra-las harmoniosamente.

Requer tempo, experimentação e acima de tudo observação atenta, evitando a acção descuidada e sem ser previamente planeada.

Permacultura é apenas uma palavra. Usando outros termos podemos também definir da seguinte forma:

"Ecologia em acção"

"Prática ambiental sustentável"

"A revolução disfarçada de jardinagem" (definição internacionalmente conhecida)

"A revolução silenciosa" (definição internacionalmente conhecida)

Seguindo os estudos e práticas em sistemas de Permacultura, este espaço na Internet tem por objectivo promover os sistemas de Permacultura em toda a sua diversidade de ideias, conceitos e práticas. Seguindo o 3º ponto dos valores éticos de Permacultura (Definir limites para o consumo e distribuir/partilhar os excedentes/conhecimentos), faço-o de alguma forma através deste espaço ao mesmo tempo que fica registado o plano de evolução na prática de Permacultura em Portugal.

Frequentei o curso oficial Permaculture Design Course acreditado pela Permaculture Association (Britain), ministrado por Lesley Martin, professora de Permacultura residente em Portugal e actualmente trabalho no plano de especialização de 2 anos em projectos de Permacultura.

Findo esta etapa do plano de trabalho, será possível organizar formação em sistemas de Permacultura em Português.

Existe um grande caminho a percorrer, pois a definição e conversão de termos e conceitos para a língua portuguesa é extensa e algo complexa. Um manual está já a ser preparado com uma breve introdução à Permacultura e um longo glossário.

Até lá, este espaço irá partilhar o mais possível a ética, os princípios, os métodos e técnicas de sistemas de Permacultura em Portugal, e atenção, haverá constantes alterações e novidades!

Obrigado e boas planificações.

 


página actualizada a sábado, 17 de Outubro de 2009 15:15:58

© Nelson Avelar 2007

| info | permacultura | gráfico | web | ilustração | fotografia | macrobiótica |

| entrada | E-mail |